Rede de Municípios Potencialmente Saudáveis

A Rede de Municípios Potencialmente Saudáveis (RMPS ) é um projeto de construção baseado no entrelaçamento de saberes e práticas originadas a partir de cada localidade participante, respeitando suas características e os seus anseios.

Histórico

Criada em 2003, a Rede já realizou 53 encontros e oito seminários; propiciou o intercâmbio com três missões internacionais (Equador e Japão) e viabilizou a publicação de cinco livros, com o registro do conhecimento de diversos especialistas colaboradores, assim como o registro de ações de Municípios participantes na construção de políticas públicas saudáveis.

Missão

Sua missão é colaborar na construção das políticas públicas saudáveis de forma participativa e articulada por meio dos diferentes representantes. Conta, desde 2003, com o apoio técnico da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP/ Faculdade de Ciências Médicas/ Departamento de Medicina Preventiva e Social), do Instituto de Pesquisas Especiais para a Sociedade (IPES), dos 40 Municípios membros, em 5 Estados (SP, MG, RJ, AM e PR) e parceiros como o Comitê de Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí - PCJ. O Convênio técnico firmado com a OPAS/OMS visa o desenvolvimento do Programa Comunidade Saudável para melhoria na qualidade de vida, com o intuito de instalar um Centro Interinstitucional a fim de reunir recursos humanos e materiais do IPES, Unicamp e Prefeituras convenientes, além de estabelecer uma rede de Municípios Potencialmente Saudáveis. Desde 2006 a RMPS também faz parte de um Convênio de cooperação técnica Brasil-Canadá, intitulado: “Ações Intersetoriais para a Saúde: Promoção da Saúde como estratégia para o Desenvolvimento Local Sustentável”.

Coordenação

A coordenação é realizada pela Dra. Ana Maria Girotti Sperandio, coodenadora no Brasil da Iniciativa Regional de Municípios Pontencialmente Saudáveis, Pós-Doutoranda do Departamento de Medicina Preventiva e Social da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e Mestre e Doutora pela Faculdade Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP).

Objetivos

  • Viabilizar, ampliar e monitorar projetos e estratégias da Organização-Panamericana da Saúde para as Cidades Saudáveis:
  • Construir políticas públicas saudáveis;
  • Promover a participação social de todos os setores;
  • Criar iniciativas sustentáveis;
  • Incorporar a colaboração de múltiplos setores e parceiros.
  • Instrumentar a administração municipal para que possa desenvolver um projeto de governo único e integrado.
  • Subsidiar gestores, técnicos, acadêmicos, organizações e sociedade para a construção de políticas públicas que considerem a promoção da saúde e melhoria da qualidade de vida como eixo principal do desenvolvimento dos seus projetos.

A RMPS apresenta três características:

  • Proposta da caráter transversal, articulando questões específicas de cada Município em um marco de interesses comuns.
  • Nó dinamizador representado pela universidade, que tece e alimenta a rede, para aproveitar as potencialidades e necessidades dos Municípios, visando um tratamento comum, capaz de agregar problemas e soluções encontrados nos diferentes Municípios, de modo que cada experiência seja um subsídio para as demais.
  • Ausência de estrutura hierárquica e compromisso formal, o que lhe confere uma dinâmica especial e sustentável. A troca de Prefeitos em 2004/2005 foi uma interessante prova para a Rede, que saiu fortalecida, pois a maioria das propostas comuns em Rede foi assumida pelos gestores municipais.

A dinâmica da gestão participativa integrada se deve à flexibilidade. Não existindo estrutura forte nem compromissos formais, o plano se desenvolve com estratégias pactuadas para atender às necessidades de gestores, técnicos e sociedade dos Municípios que participam da RMPS. Em seu processo de desenvolvimento estimula-se a diversidade, e a proposta de município saudável como marco comum.

Eixos Temáticos

As prioridades dos governos municipais ligados à Rede estão agrupadas em cinco eixos temáticos:

  • Meio Ambiente : Resíduos Sólidos e Qualidade da Água
  • Participação Popular
  • Segurança : Construção da Paz
  • Saúde : Atividades Físicas, Estimulo a Ambientes Livres do Tabaco, Escolas Promotoras de Saúde, Alimentação Saudável
  • Geração de Renda e Emprego

Para informações e contato acesse o site da RMPS.

 

Veja também as publicações referentes à RMPS neste link:

Comunidade Saudável e Rede de Municípios Saudáveis