Parcerias e Convênios

  • Desde 2008 o grupo colabora com a empresa JR Malabaris no desenvolvimento e aperfeiçoamento de materiais de Circo;
  • Entre 2009 e 2010 colaborou a empresa Matão Tramp.  
  • Desde 2010 realiza oficinas e cursos sobre segurança no Circo em parceria com o grupo Aérius Circo e Aventura. Diversos cursos de segurança no circo e de NR35 foram realizados (2011; 2014; 2017; 2019).
  • O grupo também colabora em projetos (oficinas, cursos, etc.) de algumas companhias circenses, entre elas: Cia Corpo Mágico, Cia Suno (facebook), Lume Teatro, Cia Los Circo Los, Cia Interalia, Cia Akrobatus, Cia Paraladosanjos, Aérius Circo e Aventura, Circo Caramba, Cia Dois Picadeiros, TioBocao Circo e Lazer, bem como em ações promovidas pela ASFACI, Rede Circo no Mundo Brasil,  Vira Mundo, Tio Bocão, e outras companhias, empresas e associações do setor.
  • Em 2009 o grupo iniciou um projeto piloto de colaboração com o CEPRE - UNICAMP, para levar as atividades circenses para portadores de diferentes deficiências atendidos neste centro. O projeto encontra-se paralisado, embora pretendemos reativá-lo em breve.
  • Em 2010 e 2012 o CIRCUS, por meio do professor Marco Bortoleto realizou duas atividades na Escola de Circo La Tarumba (Lima, Perú), instituição que visitou a UNICAMP em 2014 fortalecendo a parceria.
  • Desde 2007 o CIRCUS colabora com a Rede Circo do Mundo Brasil, que reúne dezenas de projetos de Circo Social, atuando em ações/eventos da mesma, bem como realizando cooperação com alguns de seus membros: Salvador (Escola de Circo Picolino, 2007); Recife (Escola Pernambucana de Circo, 2008, 2012, 2014, 2016, 2017); Goiânia (Circo Dom Fernando, 2016; e Circo Lahetô, 2010, 2016); Porto Alegre (Circo Girassol, 2013); ICA (2014, 2016, 2017).
  • Desde 2011 com a realização de formação continuada, colaboramos com Instituição de Inventivo à Criança e ao Adolescente de Mogi (ICA) em Mogi-Mirim-SP. Outras colaborações foram realizadas em 2013, 2014 e 2016, sendo finalmente firmado um Convênio com a Unicamp em 2017.
  • Em 2013 o Circo Crescer e Viver, um dos projetos/escolas circenses mais reconhecidos do Brasil, publicou seu projeto pedagógico, que se fundamenta, em parte, em algumas das publicações do CIRCUS (e de seus integrantes). Consulte o documento.
  • Em 2014 iniciamos a colaboração com o Circus Work Group, coletivo de 12 instituições, coordenados pela University of Concordia (Canadá), com vista a realização de projetos de pesquisa nos próximos anos. O projeto está paralisado esperando financiamento.
  • Em 2014  demos  inicio aos trâmites do Convênio entre a UNICAMP e a FUNARTE/  a Escola Nacional de Circo (RJ) , cujo Termo de Cooperação foi firmado em novembro de 2015, formalizando uma parceria que se mantém até os dias atuais. Em 2015 colaboramos com a reformulação do currículo da ENC, em 2016 com a seleção dos novos alunos do curso 2016-2018; e em 2019 para a seleção dos alunos da turma 2019-2021.
  • A partir de 2010 o CIRCUS realiza palestra,s cursos e outras atividades relacionadas à Segurança no Circo em parceira com a empresa AÉRIUS - com o especialista Diego Ferreira; e desde 2016 algumas consultorias com apoio do especialista Fernando Cervantes (Los Marmotas).
  • Depois de um ano de negociações, em julho de 2018 o CIRCUS (FEF-UNICAMP) firmou um Termo de Cooperação com a Prefeitura Municipal de Franco da Rocha (SP), por meio da sua Secretaria de Cultura, para assessorar a criação de uma escola de circo. O projeto prevê atividades durante 12 meses. Em março de 2019 foi solicitada a prorrogação por mais 6 meses.
  • Em fevereiro de 2018 o CIRCUS estabeceleu uma parceria com a artista Lu Lopes (Palhaça Rubra), visando o desenvolvimento da pesquisa "Autonomia Criativa", projeto que deve estender-se até o final de 2020. Veja video experimental.
  • Em 2018 o CIRCUS oficializou sua parceria com a Escola Nacional de Circo de Montreal (Canadá) e com seu Centro de Pesquisa e Inovação (CRITAC). O Termo de Cooperação está em trâmite na Unicamp para os próximos 5 anos.
  • Em 2019 iniciamos o desenvolvimento de um novo modelo (prototipo) de perna-de-pau em parceria com a Cia KACIRCO (Mogi Mirim-SP), do colega Oscar;
  • Desde 2018 o coordenador do CIRCUS, Prof. Marco Bortoleto, participa do "Comitê Estratégico" do projeto internacional: CARP CIRCUS ART RESEARCH PLATAFORM, uma parceria que visa dar mais visibilidade à pesquisadores e pesquisas no campo do circo.