Cursos

Programação | Apresentação de Trabalhos | Inscrição | Cursos | Cabarés | Lançamento de Livros | Hospedagem e Alimentação | Organização & Convidados

 

Importante: as inscrições para os cursos (no máximo dois por pessoa) será realizada por meio do sistema da FEF-UNICAMP a partir do dia 22/11 na página de Inscrições.  Somente poderão se inscrever participantes regularmente registrados no seminário. 

Sexta-Feira, 14/Dez, 09h00 às 12h00

Curso 1 - Pedagogia circo para educadores

* Em inglês (com tradução consecutiva) - ESGOTADO

  • Responsável: Alisan Macneal Funk (EUA - Universidade McGill, Departmento de Estudos Integrados de Educação, Montreal, Quebec, Canada - Canadá; Escola Nacional de Circo de Montreal)
  • Ementa: Será realizado um debate sobre a evolução das pedagogias circenses juntamente com a evolução das artes circenses e sobre quais estratégias resistem ao tempo. Esta discussão considerará os múltiplos contextos em que as artes circenses são ensinadas e como as estratégias pedagógicas podem ser aplicadas às várias disciplinas (modaldiades).
  • Vagas: 40
  • Local: LABFEF - Setor 2 e Sala 9

Curso 2 - Manipulação de objetos: Chapelaria

  • Responsável: Duba Becker (Cia Suno-SP)
    Malabarista, acrobata e palhaço, Duba Becker já se apresentou em diversos países, entre eles a Alemanha (31a European Juggling Convention) e Argentina (La décima primeira e La décima segunda convention de malabaris, circo y espectáculos callejeros). Realizou temporada de seus números no Circo Gaia, em espaços voltados para a arte, como o “Sarau do Charles” e “Palco Aberto do lll ECM”, e em diversos Festivais de Circo e Espetáculos de Rua. Representou o Brasil na Fit Argentina, 2007, BTL Lisboa 2006, Fitur Madrid, 2006. É integrante da Cia Suno desde 2003, e participa dos seguintes espetáculos: "O Cientista e a Lua", "Dia de Festa", "O gigante Adamastor"; " A Bailarina e o Palhaço"; "Estripulias no circo" e "Despautérios." Duba freqüentou o curso de Palhaçaria Clássica na Itália, com Leris Colombaioni e Oficina de Clown, de Beth Dorgan. Como professor, ministrou cursos de Iniciação Circense, Oficinas de introdução à arte do malabarismo e oficinas de confecção de malabares.
  • Ementa: Esta oficina propõe aos participantes um intenso treinamento de manipulação com chapéus. O objetivo é ampliar o conhecimento do próprio corpo, a partir de uma pesquisa corporal baseada em técnicas de malabarismo, proporcionando maior domínio sobre seus músculos e articulações, aprendendo a controlar a respiração, a ansiedade e a relacionar-se melhor com seu corpo e com o espaço. A partir destes estudos, ampliar as possibilidades cênicas de apresentação malabarística.
  • Vagas: 35
  • Local: Casa do Lago - Unicamp (como chegar)

Curso 3 - Faixa (aéreos) - ESGOTADO

  • Responsável: Helder Vilela
    Formação Acadêmica na UMESP – Universidade Metodista de São Paulo - Licenciatura e Bacharelado em Educação Física. ENC- Escola Nacional de Circo do Rio de Janeiro - Curso Técnico em Artes Circenses.
  • Ementa: Nosso objetivo é atingir o público amante das Artes que envolvem atividades com o corpo, a fim de proporcionar uma vivência com a modalidade aérea de Faixa e explorar novos movimentos a partir da técnica. Enfatizaremos a importância das técnicas básicas de um bom aquecimento dinâmico e seguro juntamente com alongamentos e educativos para se ter uma boa base. Visando à percepção corporal como um todo, este workshop é destinado a todo o tipo de público.
  • Vagas: 15
  • Local: LABFEF - Setor 3
  • Necessidades: Trazer roupa adequada e Faixa (caso já tenha experiência e material próprio).

Curso 4 - Tranca - para iniciantes

  • Responsável: Antonio R. E. Esquerra (Escola Nacional de Circo/ Cuba/Brasil)
    Ex-atleta de alto rendimento de Ginastica Artística da equipe nacional de Cuba, formado pela Escola Nacional de Arte em Cuba no ano de 1984 (na especialidade Circo e variedades). Artista da empresa cubana de circo (Circuba), acrobata e bailarino do instituto cubano do turismo internacional. Professor da Escola Nacional Cubana de Arte Circense (ENAC no ano 1996), e professional circense com participação em vários espetáculos nacionais e internacionais. Atualmente é professor da ENC-RJ.
  • Ementa: Uma das mais tradicionais modalidades circenses, com escassas oportunidades para aprender/praticar, a Tranca (antipodismo com objetos; domínio de objetos com os pés) será objeto de estudo e de debate visando conhecer os procedimentos e as técnicas elementares para seu desenvolvimento.
  • Vagas: 20
  • Local: Ginasinho da FEF - QC3 - Condicionamento Físico
  • Necessidades: Trazer roupa adequada.

Curso 5 - Trapézio em balanço

  • Responsável: Alex Brede (Cia do Circo – Campinas- SP)
    Renomado artista circense (trapezista) por mais de 20 anos, quarta geração da Família Brebe, renomado professor de aéreos e proprietário da Escola Cia do Circo em Campinas-SP.
  • Ementa: Considerando os poucos espaços formativos e a longa experiência de Alex breve na preparação de artistas de trapézio em balanço o curso pretende apresentar os fundamentos dessa especialidade e debater os processos necessários para o desenvolvimento técnico e físico nessa modalidade.
  • Vagas: 20
  • Local: Cia do Circo -  Rua José Duarte, 272 Barão Geraldo, Campinas-SP (detalhes)
  • Necessidades: Trazer roupa adequada.

Sábado, 15/Dez, 09h00 às 12h00

Curso 6 - Segurança no circo: montagem de equipamentos

  • Responsável: Diego L. Ferreira (Aérius Circo / CIRCUS - UNICAMP).  Mestre em Educação Fisica pela FEF - Unicamp com dissertação que originou o livro Segurança no Circo, Questão de Prioridade elaborado juntamente com Marco Bortoleto e Ermínia Silva. Atualmente Diego é Coordenador Estadual da Comissão Brasileira de Espeleorresgate (resgate em caverna) e Coordenador Nacional Adjunto da mesma instituição. Nas artes atua como Rigger/Montador de aparelhos aéreos e sistemas para efeitos de voos, atendendo Cias, Fundações Culturais, Clubes, Escolas e Academias do Brasil todo, em especial na região sudeste, realizando montagens ao ar livre, em ginásios, lonas, galpões e teatros. Juntamente com Marco Bortoleto foi o idealizador do primeiro curso de NR35 voltado especificamente para os circenses, somando hoje mais de uma centena de alunos.  Sócio fundador da empresa Grupo Aerius.
  • Ementa: Curso predominantemente prático (com demonstração de especialistas) com o objetivo de debater diferentes equipamentos e métodos para montagem/ancoragem de equipamentos e estruturas para apresentações aéreas de acordo com as necessidades técnicas e os diferentes locais de apresentação.
  • Vagas: 50
  • Local: Ginasinho FEF-UNICAMP - QC3

Curso 7 - Malabarismo como dispositivo para o jogo

  • Responsável: Marcelo Mamute (Ribeirão Preto – SP)
  • Ementa: Esta oficina é praticamente voltada para quem quiser aprender um pouco mais sobre a milenar arte do malabarismo. Todos podem participar, pois ela vai atender pessoas que nunca tiveram contato com a prática do malabares, até aquelas que já costumam jogar malabares e malabaristas profissionais. Todxs são bem vindxs, nesse momento de descontração, pesquisa, troca e jogos malabarísticos. A oficina terá como base o aprendizado de jogos e a exploração de movimentos e possibilidades diversas com um objeto. Serão explorados assim, diversos conceitos do malabarismo. Desta forma, todos podem participar: quem nunca teve contato com malabares poderá tentar executar os movimentos e truques, pela primeira vez; e quem já joga (ao menos três objetos) poderá experimentar novos truques e possibilidades, reciclando seu jogo e ressignificando sua visão sobre essa arte. Jogos e exercícios também farão parte do processo, estimulando a brincadeira coletiva. Após esse “mergulho” nos conceitos, serão explicados todos os passos pedagógicos pra se entender a lógica “inicial” do malabarismo (jogar 3 objetos) pra quem ainda não joga. E serão passados exercícios pra quem já sabe como jogar 3 objetos.
  • Vagas: 30
  • Local: LABFEF - Setor 2

Curso 8 - Direção artística para performance no circo

* Em inglês (com tradução consecutiva)

  • Responsável: Jesse Dryden (Canadá)
    Jesse superou seu medo aos palhaços e se tornou o primeiro graduado canadense da Ringling Bros. e da Barnum & Bailey Clown College. Devido a uma alergia a tigres, foi forçado a perseguir a arte de fazer palhaçadas em outros lugares. PArticipou de numerosos festivais, esptáculos de rua no Canadá, EUA e Europa. Passou 19 anos com o Circo Smirkus de Vermont, desenvolvendo seus programas de residências em acampamentos e escolas. Foi o diretor criativo de sua turnê Big Top por uma década. Se apresentou com o Cirque du Soleil e também excursionou como palhaço na "Birdhouse Factory" do Cirque Mechanics por 7 anos. Atualmente, é formador de palhaços na Escola Nacional de Circo de Montreal. É apaixonado por inspirar e ensinar artistas de todas as idades a acessarem sua própria criatividade por meio de diversão e reflexão emocional ponderada.
  • Ementa: Do ponto de vista do circo como um jogo interativo entre o performer e o público, este workshop enfatizará a construção e a direção de uma "narrativa emocional" para um espetáculo de circo. Também enfatizará estratégias para a criação no circo, incluindo métodos de colaboração, a importância do jogo e clareza de visão (projeto e execução).
  • Vagas: 40
  • Local: Sala 5 da FEF - UNICAMP

Curso 9 - Criação e auto-direção de obras artísticas (fundamentado no método da autonomia criativa)

  • Responsável: Lu Lopes (Palhaça Rubra – SP)
    É formada como atriz pelo Teatro Escola Célia Helena no ano de 1994. Trabalhou como arte-educadora na Casa do Teatro, (1994/2004) desenvolvendo uma linguagem musical para o teatro e no Teatro Escola Célia Helena como assistente de direção, professora de voz, e de corpo (capoeira). Palhaça há 26 anos, iniciou sua trajetória na palhaçaria em 1992 com a mestra em palhaçaria, Cristiane Paoli-Quito. Participou do espetáculo JOGANDO NO QUINTAL e do projeto DOUTORES DA ALEGRIA. Circula periodicamente pelo Brasil com espetáculos da Palhaça Rubra voltados para a família. Na área da pedagogia criativa, vem construindo uma trajetória autodidata. Com o conceito de ALTA TECNOLOGIA HUMANA desenvolve a trinca: música, palhaçaria e improviso. Organiza periodicamente oficinas e residências voltadas a jovens artistas e artistas profissionais, dentro e fora do Brasil. Participou do projeto CircusNext Talentos em Paris pelo Governo Francês, foi tutora dramatúrgica no projeto junto com Fatou Traoré (2012). Festival Mundial de Circo em Belo Horizonte (2014). Festival Paulista de Circo/ Variedades Femininas. Foi indicada duas vezes ao Prêmio Governador do Estado em São Paulo na categoria de circo (2011 e 2013) e homenageada pelo reconhecimento e valor artístico no Centro de Memória do Circo, sob a gestão de Verônica Tamaoki. Como escritora foi vencedora do Prêmio Jabuti de literatura infanto juvenil, na categoria paradidático ( 2015) com o Almanaque da Banda Gigante (Editora SESI/ 2014). No campo do audio visual, criou o programa (Palhaça Rubra) RUBRA E AS CRIATURAS na Tv Rá Tim Bum. (2015). Em seguida começou a desenvolver outros projetos no canal, criando parceria criativa e de desenvolvimento como roteirista e composição de trilha sonora. Na TV Cultura fez a trilha Sonora da última temporada Vila Sesamo (2017) em parceria com Fê Stok e Wem Mazon, como letrista, compositora e arranjadora. Atua como diretora de espetáculos circences desde 2008. Os mais recentes são: Vizinhos e Balbúrdia (Cia. Artinerant’s/ 2015 e 2017), Das Alturas de Mim Mesmo (Mauro Braga/ 2018), Altissonante (Lu Menin/ 2018)
  • Ementa: Neste encontro vamos experimentar o processo criativo, via o método fundamentado na Autonomia Criativa. Este utiliza a potência do improviso como Alta Tecnologia Humana, para a criação de obras autorais e originais. O método oferece dinâmicas artísticas que conduzem os participantes a perceber e acessar a fonte criativa, com consciência. Vamos partir do exercício prático da Equação do Improviso: Exercício de presença + reconhecimento do momento + organização instantânea= para entrar em relação consciente.  Neste rápido ciclo de prática experimental cada participante criará a célula de uma possível obra artística.
  • Vagas: 35
  • Local: Casa do Lago - Unicamp (como chegar)

Curso 10 - Pedagogia focada no processo

* Em inglês (com tradução consecutiva)

  • Responsável: Shane Holohan (Irlanda).  Está finalizando seu doutorado em prática artística na Academia de Música e Dança da University Limerick, na Irlanda, onde é bolsista de pós-graduação do Irish Research Council. Sua pesquisa versa sobre o desenvolvimento das práticas criativas de estudantes e artistas de artes circenses, e sintetiza sua formação e experiência em pedagogia, desenvolvimento curricular, psicoterapia e treinamento de circo e ginástica. Nos últimos anos, ele liderou os módulos de Métodos de Pesquisa Artística e Desempenho e Interpretação no Bacharelado em Artes do Circo no DOCH, Estocolmo (Suécia). (Suécia).
  • Ementa: O objetivo do workshop é explorar estratégias para facilitar o desenvolvimento dos alunos de sua própria prática criativa, incluindo exercícios, debates e uma apresentação. Os participantes serão orientados a explorar uma questão de pesquisa por meio de sua própria prática. Em paralelo, usaremos uma variedade de métodos de documentação para desenvolver a autoconsciência e a reflexão. O curso será seguido por uma apresentação e discussão sobre os desafios e oportunidades de usar um foco de processo para desenvolver a criatividade na formação profissional de artistas circenses. O conteúdo deste workshop é baseado no meu tempo de ensinar métodos de pesquisa artística no BA em Artes do Circo no DOCH, em Estocolmo..
  • Vagas: 30
  • Local: LABFEF - Setor 3 e Sala 9
  • Necessidades: Trazer celulares, papel e caneta, e se possível computador portátil.

Domingo, 16/Dez, 09h00 às 12h00

Curso 11 - Acrobacia Aérea (trapézio, corda e tecido)

* Em espanhol - ESGOTADO

  • Responsáveis: Leticia Corvo e Lucía Mato (Udelar - Uruguai)
    Lucía Mato. Licenciada en Educación Física. Docente del Departamento de Educación Física y Prácticas Corporales (Instituto Superior de Educación Física – ISEF/ Udelar). Miembro del grupo Cuerpo, Educación y Enseñanza y del grupo Estudios sobre educación del cuerpo, técnica y estética. Cursando Maestría en Ciencias Humanas, opción Antropología de la Cuenca del Plata (Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación/ Universidad de la República – FHCE/ Udelar). Su formación específica en el área artística comienza en el año 2007 en “El Picadero” (espacio destinado al desarrollo de las artes circenses), participando de talleres de acrobacia aérea y en suelo con Virgina Alonso, Patricia Dalmás e Iván Corral en 2008 comienza su formación en danza contemporánea, ha tomado diversos talleres con Carolina Silveira, Florencia Martinelli, Mariana Marchesano, Miguel Jaime, Andrea Arobba. Continúa su formación en circo con talleristas extranjeros, de Argentina Ileana Pastorino, Alejandro Alarcón, Victoria Larran, Roberto Willcock, Julia Lamas. De Chile Alejandro Peña. Participa de varias obras de circo, “Siza”, “Las incómodas margaritas”, “Van Host”, “Cuatro, concierto para cuatro cuerpos y un árbol”, “Se Funde”. Actualmente se dedica a la investigación de la técnica en aéreos y a la danza acrobática individual y dúo.
    Leticia Corvo, Licenciada en Educación Física. Docente del Departamento de Educación Física y Prácticas Corporales (Instituto Superior de Educación Física – ISEF/ Udelar). Miembro del grupo Cuerpo, Educación y Enseñanza y del grupo Estudios sobre educación del cuerpo, técnica y estética. Cursando Maestría en Estéticas Contemporaneas Latinoamericanas (UNDAV- Buenos Aires) y la  Maestría en Ciencias Humanas, opción Antropología de la Cuenca del Plata (Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación/ Universidad de la República – FHCE/ Udelar). Forma parte del colectivo docente y de gestión el Picadero (asociación civil sin fines de lucro que promueve y desarrolla el circo en Uruguay) integrándose a su funcionamiento en el año 2006 (comenzando en este año la formación artística en Circo y danza, luego en  el 2009 como tallerista e integrante del colectivo de gestión). Participo en varias obras circenses de este colectivo, algunos ejemplos: “Siza”, “Las incómodas margaritas”, “Van Host” y “Se Funde”. También  participo en otras obras externas al colectivo,  como: “Flack” espectáculo de “Clowns Sin Fronteras” (ONG mundial que nace en Francia en 1994); en el espectáculo “O” Bicentenario de Uruguay con La Fura Dels Baus; en la temporada de ópera 2011 en el teatro Solís “Cavalleria Rusticana de Pietro Mascagni y Pagliacci de Ruggiero Leoncavallo” y en una obra de teatro “los músicos de Bremen”.
  • Ementa: A oficina visa aprofundar a linguagem corporal para as acrobacias aéreas. Serão abordados movimentos específicos de diversas complexidades técnicas, permitindo um ponto de partida  para um trabalho de pesquisa sobre esses elementos aéreos. Diferentes movimento, balanceos, suspensões ajudarão a pensar o trabalho técnico específico para, então, gerar diferentes sequências de movimentos, e um processo criativo.
  • Vagas: 25
  • Local: Jardim Aéreo -  Av. Professor Atílio Martini, 190 - Barão Geraldo.
  • Necessidades: Trazer roupa adequada.

Curso 12 - Manipulação: AROS -

Cancelado por motivo de saúde.

  • Responsável: Aires Coutinho (Curitiba – PR)
    Professional da arte circense com participação em vários espetáculos nacionais e internacionais.
  • Ementa: Aros nos Ares é uma oficina circense de Aros que busca enriquecer seus conhecimentos na pratica pedagógica, performática e lúdica, mostrando formas e possibilidades de se trabalhar, ensaiar, ensinar e pesquisar com este equipamento.
    A Oficina envolve dinâmicas de equilíbrios, mandalas, pêndulos, manipulações, jogos circenses com aros e diversos tipos de lançamentos e recepções. As atividades são individuais e em grupo. Destina-se a pessoas com ou sem experiência na pratica de aros, professores, educadores, monitores, estagiários ou simplesmente curiosos.
  • Vagas: 45
  • Local: Ginasinho da FEF - QC3 - Condicionamento Físico

Curso 13 - Processo pedagógico para o ensino de Canastilha (Banquine)

  • Responsável: Andrei Parmezan (Akrobatus – Campinas – SP).

    Andréi é graduado em Educação Física pela UNICAMP. Foi atleta de lutas por dez anos, antes de se tornar acrobata pelo Grupo de Ginástica Geral da UNICAMP (GGU), onde se apresentou por todo o país. Trabalhou como ator, dançarino e acrobata no Parque Temático Hopi Hari por 6 anos. Foi integrante dos Grupos de circo Tocotó, Totem Acrobático e Kickapoo. Participou de duas temporadas de Formação Geral de Artistas pelo Cirque Du Soleil, em 2001 e 2002. Criou o duo acrobático Akróbatus que por meio da força e do equilíbrio, somados à beleza e harmonia do corpo humano, apresentam a modalidade de mão a mão estático. Nos seus 15 anos de existência, a dupla apresentou-se nas principais capitais do Brasil, assim como em Buenos Aires (Argentina), Bogotá (Colômbia), Dinamarca e Alemanha.

  • Ementa: Nesse workshop abordaremos, na prática, técnicas básicas e alguns elementos avançados dessa modalidade de acrobacia coletiva. Visamos uma abordagem pedagógica do ensino, compreendendo as diferentes aptidões físicas e acrobáticas dos participantes. Buscando compreender suas posturas corporais até os movimentos mais avançados que competem às suas especialidades dentro da acrobacia. Tais como, lançamentos, saltos e técnicas de recuperação.

  • Vagas: 35
  • Local: LABFEF - Setor 2

Curso 14 - Pedagogia do Circo Social

  • Responsáveis: Daniela Alessandra dos Santos, Denízia da Silva Abreu, Gean Victor Oliveira, Marilene Cristiane Balbino Rodrigues (ICA – Mogi Mirin) - Arte educadores e formadores da Rede do Circo do Mundo Brasil.
  • Ementa: O workshop de Circo Social permite aos participantes melhor compreenderem o contexto global da ação em circo social, identificando os desafios e oportunidades que essa pedagogia oferece. Por meio de vivencias e reflexões iremos abordar as temáticas: âmbitos do circo, pilares e objetivos do circo social.
  • Vagas: 40
  • Local: LABFEF - Setor 3

Curso 15 - Profissão artista de circo: trajetórias pessoas de uma Trapezista e um Palhaço

* Em Inglês/Francês (com tradução paralela)

  • Responsáveis: Sandy Sun (França) e Philippe Goudard (Univ. Montpelier – França)
    Sandy é medalha de ouro no trapézio do Festival Mundial do Cirque de Demain e vencedora da Fundação Marcel Bleustein-Blanchet para a Vocação. Criou um estilo próprio envolvendo a coreografia contemporânea e o virtuosismo do aparato clássico no trapézio. Solista virtuosa nos maiores circos e cabarés europeus, professora de escolas profissionais de circo, hoje transmite a sua arte através de Master classes. Graduada com o Diploma de Estado de Professeur de cirque, professora universitária, artista associada no programa de pesquisa “Circo: história, estética, práticas” na Universidade Montpellier 3 na França.
    Philippe Goudard  é artista e pesquisador, autor, produtor e intérprete de cerca de quarenta espetáculos de circo desde a década de 1970. Ator e diretor no teatro. Doutor em medicina e artes cênicas, dirige o programa "Circo: história, imaginário, prático" na Universidade Paul-Valery Montpellier 3 na França.
  • Ementa: Trata-se de um relato de experiência sobre a construção profissional de uma renomada trapezista francesa (que a mesma denomina - Trapézio-existência-céu), sua relação com seus companheiros e portores, seu grave acidente, e o processo de reabilitação até voltar à performance de alto nível no trapézio. O experiênte palhaço acompanhará essa jornada contando ainda sua trajetória e os principais desafios para tornar-se um artista.
  • Vagas: 45
  • Local: Casa do Lago - Unicamp (como chegar)