Programação

Programação | Apresentação de Trabalhos | Inscrição | Cursos | Cabarés | Lançamento de Livros | Hospedagem e Alimentação | Organização & Convidados

* Toda a programação, com exceção dos CURSOS e CABARÉS, será realizada no Ginásio da FEF - UNICAMP.

.: Sexta-feira 14/Dez

  • 8h às 9h - Recepção - Credenciamento - Café
  • 9h às 12h - Cursos (confira lista de cursos e faça sua inscrição)
  • 12h às 13h - Almoço
  • 13h - Mesa de Abertura
  • 13h30 às  14h30 - Conferência de Abertura: Circo em Montreal.  Patrick Leroux - Concordia University/Escola Nacional de Circo de Montreal /CRITAC - Canadá
  • 14h30 às 16h00 - 1o. Ato: Circo ao Sul (Al Sur): Desafios permanentes. Virginia Alonso - Universidade de la República/ISEF - Uruguai; Carlos Vianna - Escola Nacional do Circo - Brasil
    Mediadora: Camila Ribeiro - UDELAR/ISEF - Uruguai e CIRCUS - Brasil
  • 16h - Intervenção Artística:
    .: Trupe Sofia, ICA - Mogi Mirim/SP. O projeto Trupe Sofia surgiu em 2002, atendendo aos anseios dos atendidos pelo ICA, rompendo com as matrizes de reprodução da função escolar. Anteriormente a essa nova estruturação, as atividades circenses aconteciam regularmente e ganharam um amplo espaço no cotidiano organizacional, sendo notório o aproveitamento e participação de todos. O circo e o teatro despertavam grande interesse nas crianças, adolescentes e jovens, atraindo-os ao aprendizado. A Trupe Sofia é composta por alunos artistas do Carpe Diem e Ícaro e se configura no grupo de apresentação de integração de todas as vertentes artísticas do ICA. A Cia Carpe Diem é um coletivo do ICA formado por educandos, educadores, ex educandos e artistas da cidade para que possam se dedicar e evoluir tecnicamente nas vertentes artísticas se apresentando em eventos especiais.
    .: Lançamento do Disco Funil, Circo da Silva - Chile/Brasil. "Funil" é um disco de trilhas originais compostas para números de Circo. As nove faixas do disco contém ritmos tradicionais de Circo como polca e valsa nas músicas "Charivari" e "Ercolino", além de números tropicais como "Frango no 5" e "Platanitos". Foi gravado ao vivo no Rio de Janeiro em 2017 pelo quinteto do Circo da Silva formado por Paula Preiss, Reubem Neto, Victor Giraldo, Lanca Lopes e Arturo Cussen. Este é o segundo disco do grupo e mantém o compromisso com criar repertório autoral e novas referências para o universo musical do Circo, sempre com o tempero de ritmos latinos como Mambo e Cumbia. O músico chileno Arturo Cussen assina a composição e arranjos do disco. O repertório do disco é resultado da sua experiência como professor de Música na Escola Nacional de Circo e compositor de trilhas para o próprio Circo da Silva e grupos como Cia Suno (São Paulo), Los Malafachas (Guatemala), Latência (Uruguai), Coletivo Nopok (Uruguai), entre outros. O disco "Funil" foi produzido pelo músico carioca Lanca Lopes e conta com a participação de nomes importantes da música do nosso continente como: Juanita Parra (Chile), Pancho Amat (Cuba), Hique Gomez (Rio Grande do Sul) e Camilo Salinas (Chile). O Circo da Silva lança este disco com trilhas compostas para números de Circo com o intuito de somar ao repertório existente e dialogar com a classe artística, que pode utilizar estas trilhas em seus números e espetáculos. 
  • 17h às 18h30 - 2o. Ato - Palhaços: Formação de Desenvolvimento Artístico. Ana Elvira Wuo - Universidade Federal Uberlândia - Brasil; Rômulo Santana Osthues - UNICAMP / Cia O Quintal da Fulana e Melão; Rafael Marques - Universidade Montpellier - França / USC / Cia da Bobagem - Brasil.
    Mediadora: Marisa Riso - Cia da Bobagem / Universidade Montpellier / UNICAMP). * Parte da apresentação será em inglês.
  • 18h30 - Intervenção Artística "Olhar Vertical". Coreografia: Daniela H. Calça (Cia Corpo Mágico). Produção: Milena Corrêa, Fausto Henrique Oliveira e João G. Nunes Baptistotti
  • 19h - Jantar
  • 20h - Cabaré CIRCUS (consulte programação dos Cabarés) - Será oferecido transporte gratuíto (ônibus) a todos os participantes entre Unicamp - Casarão / Saída 18h regresso 21h

Sábado 15/Dez

  • 9h às 12h - Cursos (confira lista de cursos e faça sua inscrição)
  • 12h às 13h - Almoço
  • 13h - Apresentação: Centro de Memória do Circo: Memória & Circo, Verônica Tamaoki - CMC - Brasil
    Mediadora: Erminia Silva - CIRCUS - Brasil
  • 13h30 às 14h30 - Apresentação e Pôsteres - Consulte o Caderno de Resumos 
  • 14h30 - Intervenção Artística
    .: Desvitruviana, Bia Evrard - SP. Inspirada na figura do Homem - Vitruviano de Leonardo da Vinci, que representa o ideal clássico do equilíbrio, da beleza, da harmonia e da perfeição das proporções do corpo humano, Desvitruviana é uma narrativa de uma mulher não vitruviana. A artista desenha círculos no espaço da cena, utilizando o seu corpo e o aparelho circense Roda Cyr. Libertando-se  de suas  amarras,  enaltece o incômodo de se encaixar em padrões rígidos, e a magnitude do ser feminino, com toda as sua beleza e imperfeições.
    Concepção, coreografia e intérprete criadora: Bia Evrard. Direção e roteiro: Rhena de Faria. Produção: Celso Reeks. Fotos e Arte Visual: Bia Ferrer. Preparação Física: Marcia Francine. Cenografia e Figurino: Beatriz Evrard. Trilha Sonora e Sonoplastia: Gustavo Arantes - DJ Goonie.
  • 15h às 16h30 - Roda Conversa: Lugar de Circo é na Escola: Dra. Marcia Strazzacappa - LABORARTE - FE/UNICAMP; Rodrigo A. Chioda - IF/Araraquara; Alisan Macneal Funk - EUA - Universidade McGill, Departmento de Estudos Integrados de Educação; Escola Nacional de Circo- Canadá.
    Mediadora: Rita de Cassia Fernandes Miranda - UFU
  • 16h30 - Coffee Break
  • 17h às 18h30 - 3o. Ato: Circo & Inovação: Pesquisa em Biomecânica, Tecnologia e Nutrição. Patrice Aubertin - Escola Nacional de Circo de Montreal- Canadá; Marion Cossin - Departamento de Engenharia Mecânica - Ecole Polytechnique de Montreal, CRITAC/ENC - Canadá; Geneviève St-Martin - Collège de Maisonneuve- Canadá.
     Mediadora: Erica Stoppel - Circo Zanni - SP - Argentina-Brasil
  • 19h - Jantar
  • 20h - Cabaré Cia Suno (consulte programação dos Cabarés- Será oferecido transporte gratuíto (ônibus) a todos os participantes entre Unicamp - Casarão / Saída 18h regresso 21h

 

Domingo 16/Dez

  • 9h às 12h - Cursos (confira lista de cursos e faça sua inscrição)
  • 12h às 13h - Almoço
  • 13h - Exposição Pirâmides da Memória: Mehdi Ben M’ Barek e suas histórias circenses
    Exposição dedicada à vida e obra de Mehdi Ben M’ Barek, artista circense aposentado de origem marroquina nascido em 1942, que atuou em diversos circos na Europa e Brasil e se especializou em acrobacias de solo, pirâmides humanas e cama elástica. Curadoria: Daniel de Carvalho Lopes - FE/USP e Dra. Erminia Silva - CIRCUS/UNICAMP

  • 13h30 - Lançamento de Livros (consulte os livros a serem lançados) e do novo site do CIRCONTEÚDO.
  • 14h às 15h - Conferência: "Risk and circus: aesthetics, health issues, prevention" - Rico e Circo: estética, problemas de saúde e prevenção". Philippe Goudard - Universidade Montpellier - França.
    Mediador: Marco A. C. Bortoleto - CIRCUS/UNICAMP
  • 15h - Intervenção Artística "A Banda do Jerônimo" (Circo Caramba). Um homem-banda já é algo bastante excêntrico! Agora, imagine quando um palhaço se mete a querer tocar vários instrumentos ao mesmo tempo!!! E se esse palhaço for o Jerônimo, a loucura é ainda maior, já que ele vai utilizar instrumentos nada convencionais, como violão com corpo de bacia, gaita de pente, balde de lixo, forma de pizza, buzinas, tampas de panela, campainha e muito mais... Tudo isso, somado a muita interação com o público, só pode resultar em pura diversão. Criação e atuação: Thiago Sales
  • 15h30 às 17h - Roda Conversa: Circo Social. Fátima Pontes - Escola Pernambucana de Circo, Recife/Brasil; Isabel Somme - ICA - Mogi Mirim/Brasil; Dado Guerra - Circo da Alegria, Toledo/Brasil.
    Mediadora: Erminia Silva - CIRCUS/UNICAMP
  • 17h - Coffee Break
  • 18h às 20h - Cortejo & Espetáculo - Praça da Paz - UNICAMP - Mostra Campinas de Arte na Rua - Produção: LOSCIRCOLOS, Campinas/Brasil​ 
  • 18h - Cortejo com Clube ReCriativo Maritacas: Saída da Faculdade de Educação Física - UNICAMP - Av.: Érico Veríssimo, 701 - Cidade Universitária Zeferino Vaz em direção a PRAÇA da PAZ - Rua Seis de Agosto s/n - Cidade Universitária Zeferino Vaz.
  • O Clube ReCriativo Maritacas é uma Banda de Circo Tropical, formada por profissionais de diversas áreas que se encontram semanalmente pelo prazer de tocar juntos e compartilhar essa arte com o público. O grupo é aberto para músicos amadores que tocam instrumentos de sopro e tenham interesse em participar. Maritacas toca em praças, feiras e espaços públicos em geral, promovendo principalmente o encontro entre as pessoas fora do mundo virtual. Este projeto é resultado da “Oficina de Música de Rua” que foi realizada pelo Circo da Silva no Rio de Janeiro, Santiago e Campinas. O repertório é uma mistura de climas circenses e ritmos tropicais, com composições e arranjos do músico chileno Arturo Cussen. Integrantes atuais: Joana Toledo, Paula Preiss, Marina Zanetti, Ivens Burg, Mateus Mapa, Daniel Carezzato, Erico Daminelli, Patrick Passarella, Rodrigo Mallet, José Guilherme Bergamasco, Mauro Braga e Arturo Cussen.

  • 19h - Cabaré na RUA (consulte programação dos Cabarés)
  • 20h - Música na RUA com IMmanouche | Ieda Cruz, Marcelo Modesto e Ernani Teixeira
    .: “IMmanouche” é um projeto musical de gypsy jazz, também conhecido por jazz manouche, formado pela cantora e compositora *Ieda Cruz* e pelo violonista, guitarrista e bandolinista *Marcelo Modesto*. O repertório do IMmanouche apresenta canções próprias ao estilo difundido entre as décadas de 1930 e 40 pelo seu principal representante, Django Reinhardt (1910-1953), guitarrista belga de origem cigana conhecido mundialmente e pai do gypsy jazz. Há também no repertório versões de jazz standards interpretados com sotaque franco-cigano, bem como versões divertidas de conhecidas músicas brasileiras trocadas em “manouchês”, como por exemplo “Trem das Onze”, “Samba de Uma Nota Só”, “Aquarela do Brasil”, entre outras. “IMmanouche” conta com Ieda Cruz no violão de base, na interpretação das canções e nos improvisos vocais; com Marcelo Modesto na “guitarra manouche” e com *Ernani Teixeira *no violino.